ds

Os cientistas declaram oficialmente o flúor (fluoreto) como uma neurotoxina!

Os cientistas declaram oficialmente o flúor (fluoreto) como uma neurotoxina e caso o organismo esteja intoxicado o Biomagnetismo poderá identificar e tratar!

O flúor (fluoreto), comumente usado por dentistas para proteger os dentes, é encontrado em muitos cremes dentais e em alguns países (como os EUA) é adicionado ao abastecimento de água, foi declarado oficialmente uma neurotoxina, com arsênico, chumbo e mercúrio, pela revista científica mais prestigiada e mais antiga do mundo.

Embora muitos cientistas alertem sobre os perigos do flúor, ele ainda é usado na vida diária como se fosse inofensivo.

Uma neurotoxina é um veneno que atua no sistema nervoso. Então você tem que tentar evitar esse tipo de substância tóxica e optar por uma alternativa natural.

Quando no Biomagnetismo identificamos intoxicação ou envenenamento devemos perguntar sobre o flúor e rastrear os pares de desintoxicação incluindo se para o organismo tem outra via de desintoxicação buscando foco hipertensão alcalino e foco hiper ácido.

O flúor é proibido em 95% do mundo. 99% da Europa continental ocidental rejeitou, proibiu ou interrompeu a fluoretação de seus suprimentos de água. Entre os países onde a fluoretação da água é restrita ou completamente proibida estão: China, Áustria, Bélgica, Finlândia, Alemanha, Dinamarca, Noruega, Suécia, Holanda, Hungria e Japão. Israel também proibiu o flúor na água recentemente, bem como partes da África.

Todos esses países têm algo em comum, que é o fato de considerarem o fluoreto uma substância tóxica, desnecessária, prejudicial à saúde, que não se mostrou segura, entre outros. Apesar disso, o fluoreto ainda é usado em muitos países como um remédio para cáries, acrescentando-o à água, o que nunca foi comprovado como eficaz na prevenção de cáries, ao contrário, o flúor internamente (fluoretação do suprimento de água). , promove o câncer, a osteoporose, danifica os dentes e causa outros problemas.

Fluorose dentária:

“A fluorose dentária é reconhecida pelos cientistas em todo o mundo como o primeiro sinal clínico de envenenamento por flúor. O incrível aumento nas taxas de fluorose dentária em comunidades fluoretadas indica claramente que a ingestão de flúor está fora de controle. Os problemas de saúde causados ​​pelo fluoreto em outros países são bem documentados e surpreendentes.

O flúor está relacionado ao câncer e à redução do QI
Em uma meta-análise publicada pela Universidade de Harvard concluiu que as crianças que vivem em áreas com água altamente fluoretada têm pontuações de QI “significativamente inferior” (QI) do que aqueles que vivem em áreas baixas flúor.

Em suma, de acordo com essa análise da Universidade de Harvard, o fluoreto faz com que você seja mais grosseiro. Ponto!

Finalmente, chegamos à doença-chave, o câncer. Não é por acaso que quase todos os produtos convencionais contêm ingredientes que promovem o desenvolvimento do câncer e, atualmente, o câncer é uma das principais causas de morte em todo o mundo.

Segundo o Programa Nacional de Toxicologia, o flúor é um mutagênico; um agente que causa mutações genéticas. “Um produto químico que pode causar danos genéticos é aquele que provavelmente pode causar ou contribuir para o aparecimento do câncer.”

Com base em estudos com animais e em populações humanas, determinou-se que o flúor pode causar câncer nos ossos, chamado osteossarcoma. Outros estudos levaram os autores a concluir: “O fluoreto deve ser considerado uma possível causa de câncer de bexiga e uma causa contribuinte do câncer primário de pulmão”.

 

Busque um terapeuta da Par Magnético!! Em nosso site você encontra uma lista por cidade: https://www.parmagnetico.com.br/terapeutas

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página.

 

Adriane Viapiana Bossa
Fontes:
[1] http://www.thelancet.com/journals/laneur/article/PIIS1474-4422%2813%2970278-3/fulltext
[2] http://www.fluoridation.com/c-country.htm
[3] http://www.thedoctorwithin.com/water/water/
[4] http://www.fluoridation.com/
[5] http://www.huffingtonpost.com/dr-mercola/fluoride_b_2479833.html
[6] http://fluoridealert.org/issues/health/cancer/
Publicado originalmente:
Ecoportal.net
Alan Santana, Home Health
http://www.saludcasera.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *